Now Playing Tracks

Jornalista, apresentador e candidato a deputado estadual

Dois filhos, casa própria, carro importado, viagem no fim do ano. Essa é a vida de Batista Pereira, apresentador do programa Chumbo Grosso, na TV Goiânia, e atual candidato a deputado estadual pelo PR em Goiás. Fã de Roberta Miranda e Jovem Guarda, o apresentador do programa policial diz que ama o que faz. “Não tenho problema em ver corpo todo estraçalhado. Aliás, é a primeira coisa que faço ao contratar estagiário: mostro as fotos daquele tanto de gente morta; se reclamar, não serve pra mim.”

Batista para para almoçar entre carreata em Aparecida de Goiânia pela manhã e reunião numa tarde de sexta-feira, em plena campanha eleitoral. No restaurante, onde chega com o filho, seu assessor direto, a esposa já o espera. No prato arroz, feijão e costela. “Não gosto de verdura nem salada, meu negócio é arroz, feijão e carne mesmo”. Mas rebate. “Também não pense que não sou saudável, não bebo nem fumo; nunca gostei dessas coisas”.

"Batista, queria saber um pouco da sua vida pessoal, sua trajetória, a passagem por Uberlândia…" digo, iniciando a entrevista. Ele se altera. "Mas por que Uberlândia? Por que quer saber como cheguei a Uberlândia? Lá passei apenas dez anos de minha vida. Tem muito mais que isso…". (Foi na maior cidade do Triângulo Mineiro que ele iniciou sua carreira política. Vereador pelo PDS entre os anos de 1993 e 1995, teve o mandato cassado após ser culpado pela prática de crime contra a administração pública.)

 

João Batista Pereira nasceu em Campos Altos, região metropolitana de Belo Horizonte, e se formou jornalista em Uberaba. Após passagem pela capital mineira, Uberlândia e Teresina, chegou a Goiânia, onde mora há dez anos.

“Trabalhei com jornalismo esportivo na Rádio Guarani, em BH, criei o programa policial 190 em Uberlândia, depois fui para a TV Meio Norte em Teresina, foi quando recebi o convite para vir para Goiânia, trabalhar na TV Goiânia, que estava sendo adquirida pelo grupo Salgado de Oliveira. Criamos o Chumbo Grosso e foi um sucesso, em um ano já batíamos a TV Anhanguera no horário entre 13h e 14h30”, conta.

Batista Pereira acorda às 5h30. “Acordo cedo diariamente - de segunda à segunda. Mas também não durmo tarde. Depois da novela, ou do futebol (às quartas) já estou na cama”. Futebol é seu hobby. O time, Botafogo. “Tenho tudo do Botafogo: camisa, bermuda, meias, chaveiro, copo… Quer me agradar é só me dar algo do meu time”.

A esposa conta que o esporte é “a paixão de Batista”. “Ele joga às terças, quintas e um sábado por mês. Isso é tudo o que ele faz. É muito caseiro. Gosta mesmo de ficar em casa com a família”, diz. O jornalista lembra que nos finais de ano organiza jogos em municípios do interior. “Para reunir as pessoas, elas gostam de me ver. Já coloquei dez mil pessoas em um estádio por minha causa”.

Vaidoso, ele usa, em uma corrente dourada, um pingente com a letra B, além de relógio e pulseira também dourados. “Sou muito vaidoso, faço unha, pinto cabelo, retiro sobrancelha e não gosto de pelos nas orelhas. Ah, e gosto mesmo é de moda. No programa escolho as roupas que vou usar”, revela. No sorriso, um detalhe quase passa despercebido, a pequena pedra de brilhante: um piercing.

Pergunto pela filha, que não participa do almoço. “Está na faculdade, ela cursa Direito e não é nem um pouco chegada à política”, Batista conta com orgulho ao dizer: “ela quer é ser promotora ou juíza”. O filho trancou a faculdade de Administração para cuidar da campanha do pai. “Tenho certeza que ele será um ótimo representante do povo na Assembleia. Aliás, sempre confiamos muito nele, em todas as suas decisões”, faz questão de ressaltar, o primogênito.

O almoço (e a entrevista) são podados em alguns momentos. Quando um conhecido para para cumprimentá-lo; quando o filho lembra que tem pepinos no escritório para resolver; quando a esposa se despede: “tenho que levar minha secretária ao médico”; quando Batista retribui um aceno ou outro; ou quando toca o celular (com o jingle de sua campanha): “então terei uma ‘pírula’ no horário da novela?! Que maravilha! Ficarei mais forte com ela!”.

(originalmente publicado no jornal Diário da Manhã, em 09/10)

To Tumblr, Love Pixel Union